10 de jan de 2011

O Movimento de batalha espiritual e as entrevistas com o diabo





É comum assistirmos em algumas igrejas, bispos e pastores entrevistando o diabo. Em alguns destes cultos os demônios são interrogados e questionados sobre as suas ações na vida das pessoas. Para piorar a situação, os entrevistadores, fundamentados na palavra do pai da mentira acreditam em tudo aquilo que o capiroto diz, estabelecendo a partir disto, doutrinas que se opõem aos ensinamentos das Sagradas Escrituras. Nesta mesma perspectiva os adeptos do movimento batalha espiritual como PeterWagner, Neuza Etioka, Valnice Milhomens, dentre outros, fundamentam suas estratégias espirituais naquilo que os demônios “revelam.”

Infelizmente os que crêem nestas doutrinas, optaram por não fazer da Bíblia a sua única regra de fé, antes pelo contrário, seguem a ensinos de demônios, fundamentando sua fé em experiências. Isto se percebe nitidamente no mistério de libertação Shekinah, que mediante experiências pessoais fornece uma lista de nomes dedemônios:

“Principados ligados a Satanás: Brumaus, Krucitas ( atrás das cruzes), Ashtoreth ( governa as estrelas), Tremus( tem subordinado leviathan, governador, aprisionando sob aceano - triângulo das Bermudas), Diana ( idolatria e prostituição- culto a deuses, tem subordinado 3 autoridades mundiais- Damian, Asmodeus e Belzebu), Dagon ( Sacrifício de animais e crianças), Nimrod ( guerreiro que prepara a guerra do Armagedom), Dragon Astrologia- consome a sabedoria dos homens- Anticristo), Syria ( guerreiro como o príncipe do reino da Pérsia de Daniel). Autoridades mundiais: Damian, Asmodeus, Belzebu, Arios, Mengue-Lesh, Nosferasteus. Outros demônios:Amishie ( Costa Rica), Aurius (Protege e leva mensagens a Satanás, como Gabriel faz com Deus), Cumba(África), Izmaichia ( Europa e meio Oeste), Krion ( América Central), Kruonos e Krutofor ( Atacam igrejas que praticam batalha espiritual), Mamom ( riqueza), Sinfiris ( sede de sangue) e Yemanjá (América do sul).”

Caro leitor, vamos combinar uma coisa? É absolutamente irracional e doentio fundamentar doutrinas em revelações estapafúrdias como estas. Ora, somente a Bíblia Sagrada é a suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; só ela é o árbitro de todas as controvérsias, como também a norma para todas as decisões de fé e vida. Afirmar quem e quais são os nomes dos demônios, suas ações, e seus estratagemas através de mapeamento espiritual é no mínimo esquizofrênico.

Querido irmão, Jesus e os apóstolos JAMAIS entrevistaram a demônios, nem tampouco fundamentaram seus comportamentos por aquilo que eles disseram.

Isto posto afirmo sem a menor sombra de dúvidas que é indispensável que entendamos que a autoridade da Escritura é superior à experiências místicas adquiridas pelos crentes. Como discípulos de Jesus não nos é possível relativizarmos a Palavra Escrita de Deus, ela é lâmpada para os nossos pés e luz para os nossos caminhos.

O reformador João Calvino costumava dizer que o verdadeiro conhecimento de Deus está na Bíblia, e de que ela é o escudo que nos protege do erro.

Em tempos difíceis como o nosso precisamos regressar à Palavra de Deus, fazendo dela nossa única regra de fé, prática e comportamento, até porque, somente assim conseguiremos corrigir as distorções evangélicas que tanto nos tem feito ruborizar.

Pense nisso!



FONTE: Púlpito Cristão
http://www.pulpitocristao.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.