11 de mar de 2011

Discernindo profecia de "profetada"

Existe profecia e "profetada". As duas inicialmente se parecem tanto que a maioria das pessoas acaba confusa. Jesus mesmo alertou sobre falsos profetas, falsos canais da Graça de Deus. Nos tempos do fim surgiriam falsos cristos e falsos profetas, fazendo "milagres", "sinais" e "prodigios" que se possível fosse enganariam até os escolhidos.

A pergunta que não quer calar é: como discernir o verdadeiro do falso? Como agradecer a Deus por uma profecia verdadeira e repreender o "profeta" por uma palavra ditata pela mente carnal religiosa de nossa geração?

Primeiro, analise a vida e a obra dos verdadeiros profetas do Senhor na Bíblia. Veja como vivia, entregava a profecia e morria os verdadeiros mensageiros de Deus. Havia profetas que entregavam uma mensagem uma vez na vida e... sumiam! A maioria sofreu horrores nas mãos dos governantes de sua época.

Agora, segue dicas interessantes para desmascarar os falsos tagarelas dos verdadeiros canais da revelação divina:

1) preste atenção na motivação do profeta em questão. Ele quer que você mude de igreja, imigrando para a igreja dele? Ele quer que você se case com ele? Ele quer comprar seu apartamento? Quem tem interesse em algo seu pode dar profetada apenas para amolecer seu coração e fazer sua cabeça.

2) preste atenção no caráter do profeta. O vaso é iracundo, contencioso, avarento, desobediente, soberbo? Cuidado com as profecias que vem da boca de lobos.

3) preste atenção na profecia. Ela veio carregada com amor, graça e cura ou cheia de ameaças, farisaísmo e opressão? OU ela foi dita para atrair atenção para o... profeta!? Veja como ele é espetacular na entrega da mensagem! A verdadeira profecia edifica, consola e exorta. A que vem humilhando, maltratando, ofendendo pode ser fruto da mente carnal e doente do profeta.

4) preste atenção se a profecia é cheia de Graça ou fede a farisaísmo. Um exemplo de falsa profecia, onde você ouvir repreenda na hora: "eis que te mando vestir saias, minha filha! Eis que vou eu te punir se andares de novo feito uma Jesabeu!" Outro: "Estou aborrecido contigo, meu filho, pois não te salvei para tomares banho de piscina. Arrepende-te, senão breve virei sobre ti como a força de muitas águas!".

No mais, desconfie de quem toda vez que abre a boca, profetiza. O dom de profecias não nos transforma em metralhadoras das revelações de Deus. Pedro disse a Jesus: "Tu és o filho de Deus". Jesus o parabenizou, Pedro fora usado por Deus! Infelizmente, logo em seguida Pedro resolveu vaticinar de novo: "De maneira nenhuma morrerás!" Jesus disse: "para trás de mim, Satanás!".

É isso mesmo: quando o profeta se ensoberbece, acaba proferindo muito mais profetadas que profecias. Desconfie sempre de gente "santa demais". O vaso pode estar escondendo uma doença psicológica, um grande pecado do passado que não foi resolvido na Cruz ou um interesse profundo em seduzir.


Fonte: Pr. Geraldo Magela em seu blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.