6 de mai de 2011

HOMOSSEXUALISMO - União estável aprovada por 10 a 0 no STF



Homossexualismo

Com a equiparação de direitos e deveres de casais heterossexuais e homossexuais, aprovada nesta quinta-feira pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a rotina dos casais gays deve passar por alterações, principalmente para incorporar novos direitos civis. 

A decisão do STF, que foi aprovada por 10 a 0 dos votos dos ministros, faz com que a união homoafetiva seja reconhecida como uma entidade familiar e, portanto, regida pelas mesmas regras que se aplicam à união estável dos casais heterossexuais, conforme previsão do Código Civil.

O art. 226 da Constituição Federal afirma:
A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.
§ 3º - Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento.
A decisão , abre caminho para que outras situações de difícil acordo no Congresso Nacional, sejam julgadas pelo STF, o que consigna grave precedente de inversão de papéis, e ainda passa como um verdadeiro trator sôbre o poder legislativo que representa legitimamente o povo brasileiro.
Do ponto de vista espiritual, o estado brasileiro caminha  a passos largos contra  os princípios da Palavra de Deus, e pasmem, isso é só começo.
Nos últimos anos a igreja brasileira só se preocupou com o dinheiro e deixou as heresias tomar conta das igrejas.
Agora não adianta chorar o leite derramado, a Igreja de Cristo não precisa de charlatões gospel muito menos de adoradores extravagantes, porque foram exatamente essas raças de viboras que desviaram o Evangelho do seu foco.
Voltemos ao Evangelho puro e simples.


Fonte: Evangelista Jéfferson Araújo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.