13 de mai de 2011

Querem a cabeça do Estevam Hernandes!


















Estevam Hernandes adora um título novo. Já é apóstolo concursado pelo IPG - Instituto dos Picaretas Gospel e vive se comparando aos apóstolos nomeados, no caso por Jesus, exigindo isonomia. 

Só de direitos, claro.
Outros dizem que quer ser nomeado Jeová Jr, mas a vaga está bloqueada devido a processo administrativo teológico impetrado por Renê Terra Nova no Supremo Tribunal dos Carreiristas Religiosos.

Ali o negócio tá difícil mesmo, pois Malafaia, Cerrullo, Murdock, Valdomiro, Neuza Ypioca e  Edir Macedo já entraram com mandado de segurança profético.

Mas parece que, desta vez, ele arrumou uma bronca feia (e nao foi uma tornozeleira com GPS do FBI não!) : Está sendo indicado a João Batista dos últimos segundos, risos. 

Já tem gente vindo da cozinha, na carreira, com uma baixela de prata e um cabra ruim TODO está amolado o machado numa conhecida cutelaria do Cambuci, risos.

Socorre Mamom!




Um grupo de membros da Igreja Renascer em Cristo entrou em contato com a Folha Renascer para pedir ajuda ao site. O pedido foi simples: afastar o apóstolo Estevam Hernandes, Bispa Sónia Hernandes, Bispo Geraldo Tenuta, Bispo Lalá e outros bispos e pastores da administração. O motivo do pedido foi devido as dívidas que a igreja tem com os donos dos templos, segundo levantamento só em São Paulo existem quarenta ações na justiça de despejo por falta de pagamento dos alugueis.

A súplica foi reforçada no ultimo domingo por um presbítero da igreja que pediu para ajudar o grupo afastando a atual liderança das funções financeiras da igreja. Segundo o presbítero, seria feito uma ação coletiva pedindo auditoria nas contas da Renascer: "O que não pode é ver as dívidas crescendo e a igreja pedindo desafios para compra de mesa de som digital. Que inversão de valores!. As famílias dos donos dos imóveis estão com dificuldades financeiras e precisam do dinheiro." disse.

Procurado Igor da Mota, administrador da Folha Renascer descartou qualquer iniciativa do site em ajudar o grupo: "Não existe essa possibilidade muito menos de participar de uma ação judicial, isso seria humilhante para ambas as partes. Nossa posição já foi passada ao grupo, não compactuamos com essa idéia." afirmou

A assessoria de imprensa da Igreja Renascer não comentou a notícia


Fonte Genizah

http://www.genizahvirtual.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.