16 de jun de 2011

Maldição Hereditária?


Em primeiro lugar, maldição hereditária não é um ensino bíblico. O que existe é um pequeno número de textos mal interpretados sobre essa questão. Se isso fosse verdade, toda a família desse ex-travesti seria homossexual também. Essas crenças são tão absurdas, que pastores chegam a usar Êxodo 20:4, 5 para provar que há maldições hereditárias, porque Deus diz que visita até a quarta geração no caso daqueles que não o agradam, como se Deus junto com o diabo causasse essas maldições hereditárias na vida de alguém. Outros ainda chegaram a ensinar que se um pai xingar seu filho de "gay", ele está lançando uma maldição na vida desse filho, e esse filho transmitirá essa maldição a seus filhos, e seus filhos a seus netos, e assim por diante.

Nada de Bíblico nesse assunto. Mas o que me chama atenção nesse anúncio é a expressão "viveu fortes momentos com o diabo, sendo instruído para a destruição na família." Todos os não-convertidos são usados pelo diabo para algum propósito. Isso é pura apelação. E revelar como o Diabo entra na família para a destruição é um ensino muito óbvio. Creio que Deus, de fato, pode ter libertado esse nosso irmão de uma prática errônea, mas perceba que a ênfase não está no nome de Jesus, que só é mencionado no cartaz bem pequenininho, e se referindo ao diabo.

Não sou contra o testemunho desse nosso irmão, nem duvido de sua conversão. Todavia, como coleciono esses cartazes, estou cansado de observar que neles há um apelo extravagante para a imagem da pessoa, e Deus fica de lado.

Outra observação: Os erros absurdos de português nesses cartazes são um diferencial marcante entre cartazes sérios e cartazes dessa natureza. Neste, aparecem erros nas palavras "espulsá-lo", que seria "expulsá-lo", "hs", que seria "h", "instruido" que seria com acento "instruído". É bem verdade que em meu site há erros de português, pois ninguém é perfeito, mas desse tipo só se foi erro de digitação. Por fim, a expressão "viveu fortes momentos com o diabo", após a expressão "ex-travesti" pode fazer o leitor a achar que o ex-travesti tinha relações sexuais com o diabo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.