8 de jul de 2011

Os cafetões da fé.

Por Renato Vargens

Eu tenho um grande amigo que é músico de mão cheia e que há pouco recebeu um convite indecoroso por parte de um cafetão da fé. Segundo ele, o pilantra gospel lhe ofereceu juntamente com a ordenação pastoral, uma igreja que lhe pagaria um salário de X reais. Como  o meu amigo recusou a proposta, o cafetão aumentou a oferta, oferecendo  Y de salário. 

Pois é, se não bastasse isso , há pouco soube de um outro que vendeu a igreja  que era pastor e usou o dinheiro da venda em benefício próprio. 

Caro leitor, pare, pense e responda: que tempo são esses? O que esses caras fizeram do Evangelho de Cristo? São pastores vendendo e comprando títulos apostólicos, líderes comprando e vendendo cargos eclesiásticos, além de todo tipo de simonia.

Pois é caro amigo, os relatos acima me fazem lembrar das palavras do apóstolo Pedro que dizia:
"E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita." (II Pd 2:1-3)

Com dor no coração,

Maranata!

Renato Vargens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.