26 de ago de 2011

Cristãos convocados a orar por muçulmanos

O casal de missionários da JMM no Norte da África, Pr. Calebe e Rebeca, convoca os cristãos a dobrarem seus joelhos em oração nesta sexta-feira (26/08), quando muçulmanos do mundo inteiro (cerca de 1,5 bilhões) celebram a Laylat al-Qadr (Noite do Poder ou das Revelações).

O Pr. Calebe lembra que este é um dia muito especial para a fé islâmica e muitos sentem o desejo de se dedicarem intensamente na busca por alcançar o favor de Deus. Segundo ele, relatos de ex-muçulmanos comprovam que, durante essa busca, muitos têm visões e sonhos com Jesus e a consequência disso é a conversão deles ao cristianismo.

“O dia 26 de agosto cai este ano numa sexta-feira, dia sagrado para os muçulmanos. Isso significa que eles estarão muito mais envolvidos e desejosos de terem seus pedidos atendidos. Muitos pedirão por uma revelação pessoal de Alá. E você pode orar para que nesse momento lhes seja revelado o Messias. Não se esqueça: ‘A oração do justo pode muito nos seus efeitos’ (Tg 5.16b). Nós estaremos aqui no Norte da África, clamando ao Pai por esse milagre”, diz o Pr. Calebe.

Ramadã - mês especial para mais de um bilhão de muçulmanos por todo mundo. É um período para reflexão, devoção a Alá e autocontrole. Do nascer do Sol ao anoitecer, durante 30 dias, eles se abstêm de comida, bebida, fumo e sexo. A tradição também ordena abstenção de calúnias e fofocas, de usar perfume e até mesmo de se irritar ou olhar para alguma coisa ilegal.

O nome Ramada é derivado do vocábulo de origem árabe “ramida” ou “ar-ramad”, que denota um calor causticante, aridez, especialmente no solo. Alguns muçulmanos acreditam que é assim chamado porque Ramadã incinera os pecados com as boas obras como o Sol queima a terra, demonstrando total desconhecimento do sacrifício de Jesus na cruz para o perdão dos nossos pecados.

Durante o Ramadã os muçulmanos são conclamados a fazerem orações especiais à noite, chamadas tarawih. Consiste numa sequência de 20 orações, geralmente feita coletivamente com o recitar do Alcorão completo durante todo o mês. Os últimos 10 dias são considerados os mais importantes, especialmente na 27ª, Laylat al-Qadr (Noite do Poder ou das Revelações), durante a qual, segundo a tradição islâmica, ocorreu a primeira revelação do Alcorão a Maomé. Para muitos muçulmanos este período é marcado por uma intensidade espiritual elevada. Ore para que eles tenham um encontro com o verdadeiro Deus e que a graça e a misericórdia do Senhor também lhes alcance.
 


Fonte: Junta de Missões Mundiais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.