6 de ago de 2011

FUI UM FILHO PRÓDIGO



Fui filho pródigo, essa é uma afirmação que muitas vezes não admitimos, para entender "pródigo" aquele que dissipa seus bens, gasta mais do que o necessário, ou seja, um esbanjador, quando afirmo que já fui um filho pródigo é porque algumas vezes deixo a casa de meu Pai, deixo de partilhar de seu alimento, da companhia de meus irmãos e principalmente do toque carinhoso e reconfortante de de suas mãos.

Quando distante não me dou aos desfrutes do mundo, não chego a comer com os porcos, pois sinto que mesmo em terras estranhas seus olhos estão sobre mim e sua doce palavra chega até os meus ouvidos , ao longe penso nos momentos em que estivemos juntos, lembro-me das lagrimas de quando te conheci, na alegria por me chamar de filho, de como me treinou para usar a armadura nos dias de guerra, nos momentos em que caminhava pelo vale da sombra da morte lá estava seu cajado estendido para a ovelha perdida, hoje tenho certeza que como está escrito e se cumpre de forma literal.
 "Pode sim uma mãe esquecer o filho que ainda amamenta ...., mais eu o senhor teu Deus jamais me esquecerei de ti."  IS 49.15

Davi em seu maravilhosos salmo 51 diz, cria em mim ó Deus um coração puro e renova em mim um espirito reto, e ele continua abre Senhor os meus lábios e minha boca  entoara teu louvor, percebo que o servo o escolhido o homem segundo o coração do Criador neste momento não tinha forças para abrir os lábios, estava se sentido o pior dos seres humanos inútil e imundo segundo os olhos de Satanás, naquele momento não adiantava sacrificar novilhos, rasgar as vestes então o espirito de Deus sopra aos ouvidos do Rei, lembre-se que o grande eu Sou não resiste a um quebrantamento de espirito e a um coração contrito e certamente a alegria da salvação invadirá a sua alma, em todo tempo o servo do Senhor temia ser lançado fora da presença divina e que o Espirito Santo fosse retirado de sua vida.

Deus está sempre disposto a um recomeço, a um novo encontro, a retirar a vestes sujas e manchadas pelo desconhecido para colocar vestes brancas como a neve, ele está pronto para dar o melhor da terra para os seus filhos amados, não caminhe quarenta anos pelo deserto comendo as migalhas e bebendo água das rochas para descobrir que ele apenas deseja um coração humilde que reconheça suas falhas, seus pecados, que seja submisso e sensível  a vontade do maravilhoso Espirito Santo, o elo entre o filho um dia pródigo mais agora bem aventurado em Nome de Jesus...AMEM.... 



Fonte: Blog Saúde e Eternidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.