1 de ago de 2011

Silas Malafaia e Morris Cerullo vendem “unção da medida extra” por 911 reais


Por Vera Siqueira
Silas Malafaia trouxe Morris Cerullo ao Brasil mais uma vez para vender bênçãos. Desta vez, a benção a ser vendida, ou melhor, conquistada a quem ofertar para o programa divide-se em três partes: (1) discernimento do tempo em que estamos, segundo o Cerullo um tempo de bênçãos para quem seguir o homem de deus (Deus Mamom); (2) abertura dos olhos espirituais, para que o crente enxergue que eles estão falando a verdade e que, por isso, a oferta tem que ser feita; (3)  a dádiva da medida extra de deus, na qual nunca mais a pessoa ficará doente (nem febre, segundo o Cerullão!), e (4) onde o crente receberá a riqueza dos ímpios, tipo o povo hebreu que levou as riquezas do Egito quando fugiu de lá.
É, mas tudo tem um preço… Nesse caso, para conquistar essas bênçãos, o fiel terá que desembolsar 911 reais.
911 é um número interessante. É a junção dos 900, valor pedido na primeira vinda do Cerullão, há dois anos, e do 11, afinal estamos em 2011. Na verdade, isso é conjectura minha, pois não explicaram o porquê desse valor. Porém, para quem gosta de teoria da conspiração, 911 tem um significado ainda maior, por juntar os dois números preferidos dos satanistas: o 9 e o 11.
Segundo o site Iluminatti Experts, “de acordo com o ex-satanista William Schnoebelen (Lúcifer Destronado, pág. 149), o número ‘nove é um dos números mais apreciados pelos satanistas, pois é o único número que se reduz a si mesmo sempre’ (faça o teste pegando qualquer número múltiplo de nove e depois somando seus algarismos – o resultado será sempre nove). Outra informação interessante é que os ocultistas usam o número 999 como disfarce para o número 666 (já que aquele é só uma inversão deste). Já o número onze, de acordo com David Meyers (também ex-satanista e autor do site Last Trumpet Ministries), ‘é o número de Aquário, porque Aquário é o décimo primeiro signo no Zodíaco’.”
Se o 911 foi escolhido de propósito ou não, não sei. Mas é fácil observar na “pregação” do Cerullo várias evidências de engano gospel:
- a forma de mistificar sua profecia, obrigando a quem assiste a repetir, em vários pontos do vídeo, palavras ou frases;
- a tentativa de obter obediência cega, como quando, no final, o Cerullão diz para o fiel não hesitar para ligar para o programa, afinal “hesitação é como um pecado”. Assim, só do fiel ousar pensar em duvidar do homem de deus, já estará pecando contra Deus. Também é pedido que o fiel só ligue na hora em que o profeta de deus decidir.
- a farsa das falsas lágrimas de unção do Cerullo, em 27:15min do vídeo. Notem que ele não está chorando, mas mesmo assim dramatiza a situação, levando um lenço para enxugar os olhos.
- a fabricação da “unção do riso”, 33:30min, onde o Cerullão começa a rir de unção, e o Malafaia começa a rir atrás, porém numa risada tão falsa que, se estivesse em Hollywood, levaria o Framboesa de Ouro de pior ator.
Existem muitas outras falhas gospel nessa nova profetada, mas não estou com estômago para rever o programa. O fato é que a tal bênção será dada a quem ofertar, e esse receberá, “inteiramente grátis”, a Bíblia da Oração do próprio Morris Cerullo (já que a Bíblia da Vitória Financeira já caiu em total descrédito).
E mais! Quem tiver maior fé (em outras palavras, maior conta bancária), deverá doar não 911, mas 10.011 reais para o programa. Nesse caso, o profeta de deus Cerullão imporá sua santa e ungida mão no papel com o nome desses ofertantes especiais.
Enfim, “creia nos profetas para a prosperidade”, palavras do pastor. É pegar ou largar.
Que realmente Deus (o verdadeiro) dê discernimento ao Seu povo e abra seus olhos espirituais, para não caírem na lábia dos profetas de Mamom de nosso tempo.
Para quem quiser conferir o estelionato gospel (programa completo):

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.