7 de set de 2011

Bispo Edir Macedo publica critica sobre forma das Igrejas Pentencostais de receberem o Espírito Santo

Bispo Edir Macedo publica critica sobre forma das Igrejas Pentencostais de receberem o Espírito Santo
O Bispo Edir Macedo, líder máximo da Igreja Universal do Reino de Deus, publicou uma mensagem em seu blog pessoal criticando a doutrina de diversas igrejas pentencostas. A mensagem seria o relato de um outro Bispo da denominação que teria vivido uma experiência inusitada na Austrália, ele teria sido surpreendido ao assinar contrato com uma empresa seguradora, pois o corretor lhe teria perguntado a respeito da prática da doutrina do Espírito Santo, questionando se eles costumavam ‘cair no Espírito’.
Comunidades pentecostais têm como parte de sua doutrina o que seria o recebimento da presença do Espírito Santo de uma forma expressiva, às vezes causando ataques de risos, choro e muitas delas caem e rolam no chão tomadas pela manifestação dos sinais do Espírito.
Há uma lei outorgada na Austrália, na qual qualquer lugar privado que dá acesso a circulação de pessoas  - inclusive igrejas -precisa ter posse de uma Apólice de Seguro, que recebe o nome de “Liability Insurance”, esta que serve pra dar suporte caso alguém sofra algum acidente no local, eles em quaisquer que seja o nível.
O Bispo Marcelo Cardoso, líder da Igreja Universal australiana, ao fazer o cumprimento judicial para a mesma foi surpreendido com uma pergunta feito pelo corretor enviado pela Seguradora que os atende (segundo ele a maior da Austrália). O corretor lhes perguntou se eles incentivavam as pessoas a “caírem pelo Espírito” (“slaying in the spirit”) e apontou para a ficha de de informações para obtenção de seguro da seguradora que deveria ser preenchida por eles. No documento cadastral estava impresso uma pergunta se eles eram praticantes da doutrina de ‘cair no espírito’, contendo opções para marcar um ‘x’ de sim ou não.
A explicação para esta segmentação das seguradoras australianas – empresas sem qualquer vínculo religioso – surgiu a partir do próprio corretor ao informar que costuma adotar de um critério um pouco diferente de seguro para as igrejas que adotam esta doutrina.
Segundo o que o Bispo da Igreja Universal disse, muitos dos crentes freqüentadores dessas igrejas que aderem as manifestações visíveis do poder do Espírito Santo, ao caírem na unção acabam por algumas vezes quebrando algum braço, ferindo a cabeça e caindo sobre outros. Quando não se machucam, sem intenção alguma atingem a outros. Ele ainda afirma existem batalhas judiciais por danos causados às pessoas e por pessoas que “caíram no espírito”.
O Bispo Marcelo afirmou que é contra essa doutrina porque sua “inteligência não concebia o fato de ver a minha esposa lavando e passando a minha roupa, com tanto carinho e sacrifício, para depois de vesti-la, ficar rolando e sujando pelo chão, destruindo todo o trabalho dela”. O líder da Igreja Universal na Austrália disse em mensagem publicada pelo Bispo Edir Macedo em seu blog que “este é um exemplo típico de desgraça causada aos incautos, por desconhecerem o verdadeiro batismo do Espírito Santo. O Espírito Santo não machuca as pessoas, mas cura as feridas! O Espírito Santo não nos joga no chão, mas nos levanta! O Espírito Santo não ensina religião, mas ensina toda a verdade! O Espírito Santo não causa confusão, mas conserta e consola”, afirma.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.