17 de set de 2011

Filhos do diabo sim, endemoniados não. A incoerências do Malafaia.

Por Laudinei



Hoje o pastor, psicólogo, "paradigma da verdade" e "show man" Silas Malafaia usou seu programa de TV para responder as criticas do Bispo,empresário, mercenário e papa da Universal, feitas contra 99% dos cantores gospel, inclusive a pastora, cantora e "estrela gospel 'Ana Paula Valadão , aos quais chamou-os de endemoniados.
Para quem se diz teólogo e zombou do conhecimento bíblico do outro o Mala não conseguiu provar a legitimidade do famoso "cair no espírito", nem poderia, mas óbvio que existe uma distancia entre meninices e possessão demoníacas. No mais o Mala conseguiu detonar o seu antes amiguinho Bispo Macedo, mas isso não é difícil, qualquer cristão com um mínimo de conhecimento bíblico faria isso e sem precisar fazer um teatrinho como ele fez.
O engraçado é que o mesmo Mala que chama os blogueiros ,que o critica, de "filhos do diabo" ficou indignado com o Macedão que chamou os cantores de endemoniados. Parece que ele, o Mala, é o cara que tem autoridade final para falar sobre quem é ou não do diabo, será quer o próprio revela a ele?
O Mala disse que nunca critica a igreja, mas denuncia os erros de pessoas, legal, espero que os seus fieis seguidores dêem atenção a isso quando lerem criticas feitas a ele ou a teologia anti bíblica e alienante que ele prega. Não somos contra pessoas, mas contras idéia anti bíblica e ao criticar estas ideias sobra para seus divulgadores. Mas dentro da justificativa do Silas para criticar os outros estamos justificados ( não que precisássemos ser justificados por ele). Nós os blogueiros tão criticados pelo Malafaia, agora podemos se sentir mais a vontade quando criticamos seus desmandos,  porque ele mesmo defende essa postura. 
Na historia toda fica aquele velho ditado: O sujo falando do mal lavado ou o texto bíblico  que pergunta: Pode um cego guiar outro cego? 



Fonte: Exemblo Bereano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.