17 de set de 2011

MMA Gospel: Pastor M x Bispo M x Cantora A

Autor: Ciro Sanches Zibordi 




Recebi a informação de que, neste fim de semana, o famoso telepregador M falará contra o afamado telebispoM, que, por sua vez, afirmou que 99% dos cantores evangélicos estão endemoninhados e verberou contra a célebre tele-adoradora A. Não perca mais um grande combate do MMA Gospel!

Já critiquei, e muito, parte do “mundo gospel”. Entretanto, considerei para lá de generalizante e caluniosa a opinião do bispo M a respeito dos cantores evangélicos. Mesmo assim, não a supervalorizei, visto que não espero coisas boas de quem defende abertamente o aborto, propaga a falaciosa Teologia da Prosperidade e adota uma postura exclusivista, características que evidenciam pseudocristianismo.


Quanto ao pastor M, ele sairá em defesa da cantora A e dirá algumas verdades sobre os desmandos do bispo M e sua emissora de TV. Mas cometerá um grande erro ao defender o aberrante “cair no Espírito”, que nada tem a ver com o genuíno culto a Deus. Aliás, o pastor M fará, inclusive, uma menção honrosa do show-man Benny Hinn, que não merece crédito nenhum.


Muitos servos de Deus estão assustados com o MMA Gospel, que é o assunto do momento em diversas mídias (televisão, rádio, sites, blogs, Twitter, Facebook, Orkut, etc.). Mas isso nos faz refletir sobre dois versículos contidos no livro de Salmos: “Na verdade, que já os fundamentos se transtornam; que pode fazer o justo?” (11.3); “Salva-nos, SENHOR, porque faltam homens benignos; porque são poucos os fiéis entre os filhos dos homens” (12.1).


Os justos e fiéis são poucos, nesses últimos dias. Mas não devem se portar como meros espectadores. Se somos mesmo justos e fiéis, combatamos o bom combate, revestidos de toda a armadura de Deus. Soframos a aflição como bom soldados de Cristo. Oremos pela igreja brasileira. Preguemos o Evangelho. Sejamos sal e luz neste mundo tenebroso.


Ciro Sanches Zibordi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.