19 de set de 2011

Valdemiro não honra acordo e mantém aberto templo inseguro


Líder da Mundial engana o Ministério Público 

Líder da Mundial engana o Ministério Público Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, não cumpriu o acordo feito com o Ministério Público para fechar o prédio de sua sede, no bairro do Brás, em São Paulo, de modo a reformá-lo de acordo com as normas de segurança exigidas pela legislação.

Em abril deste ano, diante da juíza Maria Gabriella Pavlópouplos Sapaolonzi, da 13ª Vara da Fazenda Pública, representantes da igreja assumiram o compromisso com a procuradora Mabel Tucunduva de iniciar a reforma em 120 dias. O prazo venceu na terça-feira (6), e a igreja continuou aberta.

Fiscais da prefeitura constataram que, no prédio, permanecem as irregularidades, como falta de portas corta-fogo, banheiros em estado precário de higiene e ausência de proteção acústica.

Agora, os moradores do Brás esperam que a juíza determine o fechamento do templo, o que o Ministério Público queria que ocorresse já em abril.

A Mundial tem dinheiro de sobra para executar a reforma porque está negociando a compra nos Estados Unidos de um canal de TV a cabo por US$ 14 milhões (R$ 25 milhões).




Via: genizahvirtual

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.