11 de out de 2011

Resposta de um apóstolo brasileiro a um convite para ser missionário no sudão do Norte.


Nobre missionário Aderval,

Obrigado pela carta enviada.

Que a unção de nobreza esteja com você aó no Sudão do Norte.
Recebi o seu pedido de ajuda bem como a sua solicitação de que eu seja missionário no Sudão do Norte, todavia, lamento lhe informar, mais por orientação divina não poderei ajudá-lo nesta árdua missão, isto porque, fui comissionado por Deus para estabelecer a base da minha missão em Boca Raton nos Estados Unidos. Além disso, precisarei de tempo disponivel para o trabalho que  desenvolverei no Principado de Mônaco, como também em Paris e Milão. Para tanto, necessitarei de ofertas a fim de que possa comprar um novo avião missionário, cujo preço custa a bagatela de U$S 12 milhões.

Prezado Aderval, diante desta missão dificilima gostaria de convidá-lo a desafiar os nobres irmãos sudaneses a participarem da campanha das primicias. Peça a eles que se sacrifiquem em prol do Reino de Deus abrindo mão de 70% de sua renda mensal, ofertando esta quantia a nossa missão. Em contrapartida enviarei a cada contribuinte a Bíblia da unção financeira que se usada da forma correta fará com que os seus leitores experimentem prosperidade em porção dobrada.

Caro missionário, eu como "avôpóstolo" tenho poder para determinar viitória sobre sua vida. Creio que a minha decisão nasceu da vontade de Deus, portanto, espero que não me questione, por que caso contrário, você será amaldiçoado, por ter tocado no ungido do Senhor.

Abaixo da minha assinatura segue o meu sinete apostólico,

Avôpóstolo Juvêncio

Ps: Segue a minha foto com vestes apostólicas.

Essa carta é uma ficção e qualquer semelhança com a realidade é mera coênciência.






Fonte: Renato Vargens em seu Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.