30 de nov de 2011

Posso ser salvo se frequentar o catolicismo e adorar imagens?


Por André Sanchez
Catolicismo, imagens, salvação, JesusÉ possível que eu, vivendo dentro do catolicismo, mas com um coração sincero e adorando imagens, seja salvo?
Caro leitor, vou separar a sua resposta em três partes:
1 - Você sabe como alguém é salvo? Não vou entrar aqui em discussões sobre religião, pois não é o foco, mas no que a Bíblia diz: A salvação é pela graça de Deus através da fé em Jesus Cristo. Não é por obras como muitos dizem. É exclusivamente pela fé em Jesus Cristo. Se quiser saber com mais detalhes essa questão te convido a ler meus artigos: Podemos ser salvos através da caridade? E: O que significa salvação?
Assim, a salvação depende exclusivamente de você ter tido esse encontro com Jesus Cristo. Se você teve esse encontro, se arrependeu de seus pecados e se entregou ao senhorio de Cristo, você é um salvo sem sombra de dúvida. Veja esse texto: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus” (Ef 2. 08)
Mas não termina por aqui…
2 - O salvo deve frutificar. Jesus disse que pela árvore se conhece os frutos (Mt 12. 33). Ou seja, se você é um salvo, certamente seu coração não ficará em paz fazendo coisas contrárias ao que a Palavra de Deus diz, pelo contrário, irá, dia a dia, deixar hábitos que a Palavra de Deus condena. Sendo assim, não irá ter prazer em adorar imagens, pois a Bíblia é clara ao dizer que não podemos fazer isso, que é incorreto. Um coração sincero irá se incomodar com isso. É claro que muitos salvos, até que conheçam mais detalhadamente a vontade de Deus, podem, por um tempo, manterem-se nesse tipo de adoração.
3 - Se eu digo que sou um salvo, mas minha vida não mostra isso, é bem provável que eu esteja “convencido” que sou um salvo e não que eu seja um salvo de verdade. O salvo terá a coragem de romper com os hábitos errados, bem como com qualquer tradição se ela for contrária ao que a Bíblia diz. Porém, infelizmente, muitos preferem obedecer aos homens a obedecer de coração a Deus. Esses, certamente, não tiveram um encontro verdadeiro com Jesus.
Para finalizar, quero dizer que passei por uma situação igual a sua há alguns anos. Também recebi Cristo em meu coração e era de família católica. Ficava bem incomodado, principalmente com as praticas de adoração às imagens e à Maria, pois via que a Bíblia era contra essa prática. Tive de romper com esse erro. Não era possível eu viver e congregar em um lugar que fazia aquilo que a Bíblia dizia que não era correto. Hoje já faz mais de 10 anos que sou cristão protestante e nunca fui tão feliz em toda minha vida, pois estou vivendo em obediência a Palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.