23 de nov de 2011

TRILHANDO O CAMINHO DE JESUS



A seguir você vai ler um texto do irmão André, fundador da Portas Abertas, escrito em 2003 e publicado no livro Lições de Perseverança. Em alguns trechos, verá que ele conta algumas coisas que fazia na época, mas hoje, aos 83 anos, por recomendação médica e contra sua vontade, ele não participa mais das viagens de campo.

Enquanto viajava para João Pessoa/PB (23 de abril de 2003), eu lia a revista de bordo. Nela, vi um mapa do Brasil. Sempre quero saber para onde estou indo, por isso pedi ao Douglas (secretário geral da Portas Abertas Brasil na época) que me indicasse os lugares onde estaríamos indo nessa viagem. Foi aí que vi os países que ficam ao norte do Brasil. Quando notei a Guiana Francesa, lembrei de Hanz.
Há muitos anos, eu viajei com ele pela Europa Oriental. Escrevi muito sobre ele no livro “O contrabandista de Deus”. Ele era visivelmente um homem de Deus. Muitos anos depois, ele me deixou para tornar-se um missionário na Guiana Francesa. Hanz era um homem de jejum e oração. Viajava de vila em vila buscando indígenas para compartilhar de Jesus.
Há alguns anos, eu encontrei um casal da Dinamarca que esteve com Hanz na Guiana. Eles disseram uma coisa que me deixou muito enciumado no espírito: “André, se há alguém neste mundo que se parece com Jesus, essa pessoa é o irmão Hanz”. Lamento dizer que ninguém disse isso de mim. Mas eu quero ser como Jesus! Todos devemos ser como Cristo, este é o chamado de Deus para nós. Talvez você diga: “eu já tentei muitas vezes e não consegui”, mas será que você permitiu que Jesus se apoderasse de toda a sua vida? Será que você realmente tentou caminhar nos passos de Jesus?
Temos que conhecer quem é Jesus. Você tem que conhecê-lo e permitir que Ele perdoe seu pecado e que derrame amor de Deus em seu coração. Então você poderá perguntar a Ele: “Senhor, o que quer que eu faça?”. Não pense que Cristo imporá uma lista enorme de coisas que não se pode fazer. Quando caminha com Cristo, você pode fazer o que quiser, pois Cristo fará você querer a vontade de Deus. E hoje a vontade de Deus para a Igreja é que estendamos nossa mão para o próximo.
A Bíblia nos ensina que temos de nos tornar pessoas que se importam com os outros. Nossa prioridade é para com os membros do Corpo de Cristo, particularmente com a Igreja Perseguida. Quando nos dirigimos a eles, nós os encontramos abertos para receber o amor de Deus, a única resposta à perseguição. A batalha não será ganha com tanques ou com armas no campo de batalha. A batalha real será travada por aqueles que estão cheios do Espírito de Deus. Pessoas que se disponham a ir e proclamar Jesus Cristo. Que levem a Palavra de Deus. 
Recebi uma carta dos rebeldes na Colômbia, implorando para que eu fosse conversar com eles novamente. Sim, também vou aos quartéis generais das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), prego e presenteio Bíblias enquanto eles apontam uma arma pra mim. É lá que devemos ser revolucionários. Porque Deus é meu Salvador, é meu Senhor, me ama e quer amar o mundo através de mim. Eu não serei intimidado pelo inimigo; levarei a Palavra de Deus a quem precisar dela.
Um dia, você se encontrará em um lugar em que nunca se imaginou e Deus vai querer usar você para mudar esse mundo. O Brasil precisa de muitas mudanças, não? O Brasil poderia ser um exemplo para o resto do mundo. Tudo depende de como nós reagimos ao desafio de sermos cristãos radicais, de trilhar o caminho de Jesus e mostrar que Cristo vive em nós. Talvez Deus nunca peça que você seja um mártir, talvez peça. Porque a nossa vida não pertence a nós mesmos, pertence a Ele. Por isso não devemos ter medo.
Há uma chama que queima em meu coração; não consigo dar conta desse fogo: gostaria de ir à Colômbia novamente. Você vai orar por mim? Vai ajudar nosso ministério? Vai se informar sobre os cristãos perseguidos? Você irá também? Porque se eu posso ir, você também pode! Vamos juntos, como um exército poderoso carregando uma mensagem para o mundo. A mensagem que Jesus Cristo é o Senhor!

Irmão André - fundou a Portas Abertas em 1955. Ficou mundialmente conhecido como
o Contrabandista de Deus, título do livro que conta as histórias e testemunhos de suas
viagens contrabandeando Bíblias e materiais para a antiga União Soviética.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.