6 de jan de 2012

Cristãos são atacados na Nigéria



O grupo extremista islâmico deu três dias para que os cristãos deixassem suas casas e propriedades em cidades do norte da Nigéria, senão eles seriam atacados.
O grupo militante extremista islâmico Boko Haram ameaçou os cristãos que moram em uma região no norte da Nigéria de atacá-los e atacar as suas igrejas  durante o Natal caso eles não deixassem suas casas e propriedades.
Os ataques realizados pelos extremistas islâmicos deixaram mais de 40 pessoas mortas.
O ultimato, emitido na noite de domingo, intensificou as ameaças contra os cristãos que moram no norte da Nigéria, de maioria muçulmana. A região está em estado de emergência desde os ataques realizados no Natal.
O Boko Haram, que quer impor a Sharia (Lei Islâmica) em todo o país, assumiu a responsabilidade por uma série coordenada de ataques com bombas e armas contra igrejas em cinco estados que realizaram os cultos no Natal, no dia 25 de dezembro.
A maioria das mortes ocorreu em uma igreja em Madalla, que fica perto da capital Abuja. Lá, 35 cristãos foram mortos com bombas que foram lançadas contra a igreja quando o culto havia terminado.
É o segundo ano consecutivo que o Boko Haram ataca os cristãos na época do Natal. No ano passado, 32 pessoas foram mortas em uma série de atentados em Jos na véspera do Natal.
Orem pelos cristãos da Nigéria que estão sendo protegidos pelos incessantes e brutais ataques realizados pelo Boko Haram. Ore em particular para que o Boko Haram pare com suas ameaças de limpeza religiosa no país.
FonteBarnabas Fund
TraduçãoLucas Gregório

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.