1 de jan de 2012

Pesquisa sobre quem matou Jesus ofende comunidade judaica

Canal Fox pede desculpas, mas judeus argentinos protestam



Pesquisa sobre quem matou Jesus ofende comunidade judaica
O braço Latino Americano do canal Fox desculpou-se oficialmente por uma pesquisa postada por um de seus funcionários na página de Facebook do canal.
A enquete pedia que os leitores opinassem sobre quem foi o responsável pela morte de Jesus Cristo: Pôncio Pilatos, o povo judeu ou os sumos sacerdotes. Era uma tentativa de promover um programa de Natal da National Geographic, mas que repercutiu mal na comunidade Judaica.
O Centro Judaico Simon Weisenthal, em Buenos Aires, emitiu uma nota afirmando que a enquete é uma propaganda difamatória e que o Vaticano está envolvido “na perseguição e assassinato de judeus por dois milênios.”
O grupo judaico disse estar indignado porque a Fox tenta perpetuar uma ideia de que o Vaticano anulou em 1965.
A porta-voz da FOX, Guadalupe Lucero, pediu desculpas em nome da National Geographic, e disse que a pesquisa foi removida e que a rede vai tomar medidas para evitar esse tipo de incidente no futuro.
Traduzido e adaptado por Gospel Prime de Sdp e MSN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.