13 de fev de 2012

Globo abriu porta para a pregação do Evangelho?



Abriu-se, de fato, uma porta global para a pregação do Evangelho, como muitos ufanistas têm dito nas redes sociais? Ou a porta foi aberta principalmente para beneficiar as celebridades gospel — que já venderam milhões de discos — e, consequentemente, a maior emissora de TV do Brasil? Será que esta convidaria um pregador do Evangelho para discorrer sobre o maravilhoso Natal de Cristo, sua Morte expiatória e sua gloriosa Ressurreição? Isso, sim, caso tivesse ocorrido, seria motivo de uma grande festa do povo de Deus!

Mas alguém argumentará: “A porta se abriu para os cantores, e agora eles poderão se apresentar com frequência na maior emissora de TV do Brasil e, com certeza, pregarão o Evangelho”. Sinceramente, não é isso que temos visto em outras emissoras, onde os astros da música gospel já têm o seu espaço. E o que ouvimos, no Festival Promessas, com raríssimas exceções, foi uma amostra do tipo de evangelho que será pregado: bordões antropocêntricos, que massageiam o ego das pessoas, mas não lhes apresentam verdadeiramente o Evangelho, que é poder de Deus para a salvação (Rm 1.16).


Oremos para que Deus nos abra portas grandes e eficazes para a pregação do Evangelho, e não apenas para a realização de shows gospel. A Bíblia não é contra a música e os cantores de sucesso. Jesus até cantou um hino antes de sua crucificação! Mas a nossa prioridade é a exposição do Evangelho (At 6.1-7). Você sabia que dois terços do ministério terreno do Senhor foram ocupados pela pregação do Evangelho e o ensino da Palavra?


Desculpe-me, caro leitor. Eu sei que estou sendo um estraga-prazeres, antipático. Mas, o que está escrito em 1 Coríntios 16.9? “Porque uma porta grande e eficaz se me abriu, e há muitos adversários”. Quando Deus verdadeiramente abre-nos a porta da pregação do Evangelho, como a abriu para o apóstolo Paulo, os adversários (Satanás, os demônios e todos os seus emissários) se voltam contra nós. Mas a mídia está aplaudindo de pé a porta global que foi aberta para o evangelho-show.


Até um conhecido jornal de São Paulo — pasme! —, favorável ao liberalismo e que sempre teve uma posição contrária à pregação do Evangelho, comemorou: “Hoje é um novo dia de um novo tempo que começou para a Globo e os evangélicos”. Por quê? Porque o evangelho-show não confronta o pecado. Ele é maleável, suave, agradável, massageia egos e está aberto ao ecumenismo...


O festejado evangelho-show avança a passos largos, sem nenhuma dificuldade. Mas não se esqueça do que o Senhor Jesus previu a respeito do verdadeiro Evangelho: “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas por minha causa” (Mt 5.11,12).


Ciro Sanches Zibordi
Artigo publicado em janeiro de 2012 no jornal AD News (produzido pela Rede Brasil de Comunicação, ligada à Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco, presidida pelo pastor Ailton José Alves)



Fonte: Blog do Pr Ciro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.