23 de fev de 2012

Por Onde Começa o Erro das Igrejas


Até a sociedade secularizada sabe
os males da impunidade

Os conselhos, juntas, diretórios presbitérios e outros níveis de autoridade dentro das igrejas evangélicas  deveriam ter mais coragem para enfrentar os erros doutrinários e práticos nas pessoas sob sua autoridade, inclusive pastores, presbíteros, evangelistas e obreiros.

Deveriam estar atentos, vigilantes, corrigir com amor visando restaurar os faltosos e em última instância, aplicar a disciplina que o Senhor Jesus determinou em Mateus 18. 

"A justiça é cega" deveria significar que os
juízes não vêem nada a não ser o direito. Mas
às vezes significa apenas que os juízes
fecham os olhos para os erros dos poderosos.
Na igreja, infelizmente, também.



Fonte: O Tempora, O Mores

Quando os responsáveis falham em zelar pela pureza da Igreja, ela se enfraquece, as consciências se corrompem e deixamos um péssimo exemplo para a nova geração. A Igreja perde a autoridade moral e espiritual diante do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.