17 de abr de 2012

Lembre-se das lágrimas dos perseguidos‏

No Oriente Médio antigo não era incomum ver uma coleção de garrafinhas conhecidas como "apanhadoras de lágrimas". Quando um marido saía para a guerra, sua esposa guardava as lágrimas dela numa garrafinha. Quando ele voltava, ela lhe dava o frasco, como prova de seu amor. Em épocas de sérias dificuldades, as famílias recolhiam seus "apanhadores de lágrimas" e coletava as lágrimas de todos os presentes.

Recentemente, nossa base para o Oriente Médio recebeu um "apanhador de lágrimas" de presente. A garrafinha nos ajudou a lembrar das lágrimas dos cristãos perseguidos na região ─ e não só deles; de toda a Igreja Perseguida. São lágrimas de luto e sofrimento, mas também de fé e confiança no Senhor. O Senhor que, um dia, enxugará toda lágrima de nossos olhos.

Lembre-se dessas lágrimas.



Fonte: Portas Abertas Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.