28 de abr de 2012

Ontem (27/04) fez um ano que David Wilkerson partiu para a glória



Há um ano, exatamente, 
David Wilkerson partia para a glória, em um trágico acidente automobilístico, nos Estados Unidos. Quem conhece a sua biografia sabe que ele podia ter sido assassinado ainda jovem, em Nova York, por Nick Cruz e sua gang. Mas o Senhor o preservou soberanamente até o dia 27 de abril de 2011, quando permitiu que uma carreta atingisse o seu carro numa estrada do Texas.

Embora haja promessas de livramento para os crentes fiéis (2 Sm 22.49; Sl 18.48; 34.7), estamos sujeitos a morrer de forma trágica e violenta (Mt 14.1-12). O próprio Senhor Jesus afirmou: “E não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno a alma e o corpo” (Mt 10.28). Para o salvo, o importante é morrer “em Cristo” (1 Ts 4.16).


A maneira de morrer para o cristão torna-se irrelevante quando consideramos 1 Coríntios 15.51-53 e 2 Coríntios 5.1-4, passagens que enfatizam a transformação do nosso corpo no dia do Arrebatamento da Igreja. Por isso, o apóstolo Paulo, que, segundo a tradição, teria sido decapitado, afirmou: “para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho” (Fp 1.21). O mais importante é que Wilkerson, assim como Paulo, deixou imitadores (1 Co 11.1).

David Wilkerson foi um dos escritores que mais me influenciaram, quando eu comecei a pregar o Evangelho. Lembro-me de uma terça-feira de 1989, na Assembleia de Deus da Vila Míriam, em São Paulo, em que um irmão idoso (já deve estar com o Senhor) assentou-se ao meu lado e, com lágrimas nos olhos, disse: “Jovem, você é pregador e precisa ler este livro”. Ele me presenteou com um livro surrado e todo marcado: Toca a Trombeta em Sião, da CPAD. À época, com 19 anos, descobri que Wilkerson não era teólogo, exegeta ou erudito, mas um profeta do Altíssimo. O Senhor no-lo deu, e Ele o tomou. Como disse Jó, “bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1.21).


Por Ciro Sanches Zibordi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.