30 de mai de 2012

Nota de falecimento - Armando Reyes



Nosso querido irmão, Correspondente Internacional e coordenador de projetos da Portas Abertas no Vietnã e Laos, Armando Reyes, faleceu às 9h21, desta manhã, após meses de muitas lutas contra uma enfermidade no coração.
No final de 2011, Armando descobriu que estava com problema cardíaco muito sério e foi hospitalizado para uma cirurgia urgente. Após passar pelo procedimento, recebeu alta, mas logo foi internado outra vez, enfrentando algumas complicações em seguida.
Depois de muitos meses de internação e atenção médica, Armando foi submetido a mais uma cirurgia. A operação, que foi realizada no dia 26 de maio, foi um sucesso e os médicos estavam esperançosos de que ele melhorasse. Porém, a grande quantidade de fluídos liberados após a cirurgia afetou seus rins e fígado e, nos últimos dias, sua situação piorou gradativamente.
Sua esposa, Helen, e suas duas filhas, Hazel e Gizelle, ficaram devastadas com a notícia da piora e, agora, com a morte de Armando, precisam de nossas orações mais do que nunca.
Hoje cedo, Armando estava consciente, aproximadamente às 8h da manhã, conversou com o médico, que lhe explicou que seus sinais vitais estavam cada vez melhores. Infelizmente, às 9h da manhã, Armando teve uma parada cardíaca e após algumas tentativas dos médicos para reanimá-lo, o Senhor o levou para si. Agora Armando descansa nos braços do Pai.
Conheça um pouco mais sobre a história de Armando Reyes
Armando Reyes é um filipino que se envolveu oficialmente com a Portas Abertas em 1981. Ele fez parte da tripulação do Projeto Pérola, no qual a organização contrabandeou mais de um milhão de Bíblias para a China em uma só noite. O projeto foi concluído em 18 de junho de 1981, portanto, Armando já tinha mais de 30 anos de serviço à organização. Armando tinha apenas 20 anos quando teve essa experiência única em sua vida.
Ele dizia: “Trabalhei na base de desenvolvimento nas Filipinas entre 1981-1985. Ali, eu compartilhava com os irmãos sobre o ministério da Portas Abertas com a Igreja Perseguida nas igrejas filipinas. Ao mesmo tempo, também me envolvi no trabalho de campo como professor ao conduzir o seminário “More Than Conquerors” (Mais que vencedores). Os seminários tinham o propósito de preparar e fortalecer a Igreja, que vinha sendo ameaçada por um crescente movimento de revolução comunista, naquela época. Com o tempo, ele foi substituído pelo seminário “Permanecendo Firme Através das Tempestades””.
Em 1985, Armando fez sua primeira viagem para o Vietnã e, logo depois, foi indicado pelo então diretor de projetos da Portas Abertas na Ásia para coordenar os projetos nesse país.
De 1986 a 1987, ele se juntou à equipe da Portas Abertas em Bangkok, de onde dirigiu o ministério do Vietnã por dois anos. Durante esse tempo, Armando também auxiliou a base de Bangkok no trabalho que faziam na Tailândia, Mianmar e Laos.
Quando a base da Portas Abertas em Bangkok foi fechada em 1988, Armando voltou para Manila, Filipinas, de onde deu continuidade ao ministério feito no Vietnã e também ajudou a base de desenvolvimento das Filipinas.
Pela segunda vez, solicitaram que Armando se mudasse para Hong Kong, isso em 1992, e iniciasse um projeto que consistia em fazer pequenos contrabandos de Bíblias para a China e, ao mesmo tempo, continuasse o trabalho no Vietnã. Ele trabalhou por quatro anos ali, antes de voltar para Manila.
Em 1997, Armando fez sua primeira viagem ao Laos. O principal objetivo da viagem era apenas explorar a possibilidade de recomeçar os projetos no país. No ano seguinte, a Portas Abertas voltou a atuar no sudeste asiático realizando projetos no Laos.
Armando viajou várias vezes como Correspondente Internacional para os EUA, Austrália, Nova Zelândia, Malásia, Reino Unido, Suíça e até o Brasil.
Ele esteve em nosso país entre 15 e 31 de outubro de 2010. Armando visitou cerca de 20 igrejas em São Paulo, Espírito Santo, Ceará, Pernambuco e Sergipe. Sua visita ao Brasil marcou a vida de milhares de cristãos brasileiros e deixou uma lembrança agradável de um homem simples e cheio do Espírito do Senhor.
Armando compartilhou em seu tempo no Brasil sobre suas experiências no Vietnã e Laos e também sobre sua participação no Projeto Pérola.
Pedidos de oração
- Ore pela esposa, Helen, e pelas duas filhas que Armando deixou: Hazel e Gizelle. Elas precisam muito de suas orações e apoio neste momento.
- Interceda por toda a família de Armando e pelos colaboradores da Portas Abertas nas Filipinas, que perderam um amigo e irmão.
- Ore pelo assistente de Armando Reyes, Victor Lagaya, que virá em agosto ao Brasil. Ele tem assumido a difícil tarefa de dar continuidade ao trabalho de Armando desde a sua primeira hospitalização.
- Ore pelos milhares de cristãos no Vietnã e Laos, que possuíam contato direto com Armando Reyes. As duas nações estão em luto pela perda deste, que foi um dos homens que mais lutou para socorrer a Igreja Perseguida dessas nações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.