23 de jul de 2012

Saúde de pastor detido está em estado grave


A organização internacional Christian Solidarity Worldwide (CSW) publicou em seu site uma nota sobre a saúde do Pastor Benham Irani, detido desde 2006 na prisão Ghezal Hesar, e sentenciado a seis anos de reclusão.
A nota, publicada em 17 de julho, afirma que o pastor havia desmaiado, e tido outros problemas de saúde, em recorrência do tratamento agressivo que tem recebido na prisão.
Benham Irani é pastor da Igreja do Irã na cidade de Karaj. Ele foi detido em dezembro de 2006 e sentenciado a seis anos de prisão sob a acusação de "ação contra o Estado" e "ação contra a ordem pública." O veredicto contra ele inclui um texto que descreve o pastor Irani como apóstata e reitera que os apóstatas "pode ser mortos ".
De acordo com fontes da CSW, Irani tem sido agredido por outros detentos e pelas autoridades penitenciárias. Por causa disso, ele tem dificuldade para caminhar. Sua saúde se deteriorou ainda mais, devido às condições severas de prisão. Ele sofreu de hemorragia grave, como resultado de úlceras e complicações no cólon, o que ocasionou seu recente desmaio.
Ele também não está enxergando muito bem. Há o medo de ele venha a falecer nos próximos meses.
Fontes da CSW também relatam que, durante os primeiros meses de detenção, o pastor foi mantido sozinho em uma pequena cela, onde os guardas o impediam de dormir, como forma de tortura psicológica. Ele foi transferido para uma cela apertada, na qual os presos não havia espaço para se deitar para dormir. Depois ele foi transferido para a cela que ocupa atualmente.
FonteChristian Solidarity Worldwide

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.