2 de jul de 2013

Não, Cristo não é o sobrenome de Jesus: descubra o que essa título significa

sproul-ungido
R. C. Sproul escreve em seu artigo Jesus Cristo, o Ungido:
Por todo o Novo Testamento, nós encontramos muitos títulos para Jesus de Nazaré—”Filho de Deus”, “Filho do Homem”, “Senhor”, entre outros. No entanto, o título que é mais frequentemente dado a Jesus no Novo Testamento é aquele que nos é familiar, mas que nós não entendemos bem. É o título de “Cristo”.
Por que eu digo que nós não entendemos bem esse título? Eu digo isso porque “Cristo” é utilizado tantas vezes em conjunto com o nome “Jesus”, que temos a tendência de pensar que esse é o seu sobrenome. No entanto, “Cristo” não é um sobrenome para Jesus. Ele teria sido conhecido como “Jesus Bar-José“, que significa “Jesus, filho de José”. Ao invés disso, “Cristo” é o título supremo de Jesus. Mas o que isso significa?
O significado de Cristo é tirado do Antigo Testamento. Deus prometeu aos antigos israelitas que o Messias viria para libertá-los do pecado. A ideia do Messias é transportada para o Novo Testamento com o título de Cristo. A palavra grega Christos, de onde nós obtemos a palavra Cristo, em português, é a tradução do termo hebraico Mashiach, que é a fonte para a palavra Messias, em português. Mashiach, por sua vez, está relacionada com o verbo hebraico masach, que significa “ungir”. Portanto, quando o Novo Testamento fala de Jesus Cristo, ele está dizendo “Jesus, o Messias”, que significa literalmente “Jesus, o Ungido”.
Nos tempos do Antigo Testamento, as pessoas eram ungidas quando chamadas para servirem como profeta, sacerdote ou rei. Por exemplo, quando Saul foi o primeiro rei de Israel, o profeta Samuel ungiu sua cabeça com óleo, de forma cerimonial (1 Samuel 10:1). Este rito religioso foi realizado para mostrar que o rei de Israel tinha sido escolhido e capacitado por Deus para o reinado. Da mesma forma, os sacerdotes (Êxodo 28:41) e profetas (1 Reis 19:16) foram ungidos segundo o mandamento de Deus. Em certo sentido, qualquer um no Antigo Testamento que tenha sido separado e consagrado para servir era um messias, por ter recebido uma unção.
Mas o povo de Israel ansiava por aquele indivíduo prometido que era para ser, não apenas um messias, mas o Messias, Aquele que seria separado e consagrado por Deus de forma suprema para ser o Profeta, Sacerdote e Rei do povo. Assim sendo, no momento em que Jesus nasceu, existia uma grande expectativa entre os judeus que haviam esperado pelo Messias durante séculos.

2013_TBT_03_March_200x1000R. C. Sproul nasceu em 1939, no estado da Pensilvânia. É ministro presbiteriano, pastor da Igreja St. Andrews Chapel, na Florida; fundador e presidente do ministério Ligonier, professor e palestrante em seminários e conferências; autor de dezenas de livros, vários deles publicados em português; possui um programa de rádio chamado: Renove sua Mente, o qual é transmitido para uma grande audiência nos EUA e para mais de 60 outros países; Suas graduações incluem passagem pelas seguintes universidades e centros de estudos teológicos: Westminster College, Pennsylvania, Pittsburgh Theological Seminary, Universidade livre de Amsterdã e Whitefield Theological Seminary. É casado com Vesta Ann e o casal tem dois filhos, já adultos.
Por R. C. Sproul. Extraído do site www.ligonier.org. © 2013 Ligonier Ministries. Original: Jesus Christ, Anointed One.
Este artigo faz parte da edição de Março de 2013 da revista Tabletalk sobre “Idolatria da Juventude”.
Tradução: Isabela Siqueira. Revisão: Renata Espírito Santo – © Ministério Fiel. Todos os direitos reservados. Website: www.MinisterioFiel.com.br. Original: Não, Cristo não é o sobrenome de Jesus: descubra o que essa título significa e Jesus Cristo, o Ungido.
Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que informe o autor, seu ministério e o tradutor, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.
Fonte: VOLTEMOS AO EVANGELHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.