21 de ago de 2013

OS TRISTES NÚMEROS DO ADULTÉRIO ENTRE OS EVANGÉLICOS

Por Renato Vargens

Assustado com o número de divórcios entre os cristãos resolvi pesquisar sobre o adultério entre os evangélicos.  

O portal  americano The Christian Post publicou em o8 de junho de 2011 uma pesquisa feita pela Bureau de Pesquisa e  Estatística  Cristã (Bepec) números extremamente preocupantes.

A pesquisa denominada  “O Crente e o Sexo” revelou que entre os evangélicos pesquisados, 11,96% das mulheres, disseram que já traíram, enquanto para os homens a porcentagem foi de 24,68%. A pesquisa mostrou ainda que entre as diferentes denominações, a maior porcentagem dos que já traíram pertenciam aos grupos dos Neopentecostais (26,51%), depois Batistas (22,47%), Pentecostais (21,43%) e por último os Reformados (19,41%).

Caro leitor, de fato os números revelados pela pesquisa são preocupantes. Confesso que fiquei impressionado com a quantidade de cristãos que afirmam terem praticado o adultério. Na verdade, ouso afirmar que possivelmente o número de irmãos que tenham cometido esse pecado seja bem maior do que o relatado pela pesquisa, mesmo porque, por medo, alguns dos entrevistados, tenham tido receio de expor suas traições.

Pois é, com números tão elevados fica a pensar com os meus botões como é que alguns possuem a coragem de advogar que o Brasil está experimentando um avivamento?  Ora, que avivamento é esse que relativiza o pecado? Que avivamento é esse cujos relacionamentos se desfazem com tanta facilidade? Que avivamento é esse onde a traição, o sexo ilícito e promiscuidade sexual continuam a fazer parte daqueles que se dizem discípulos de Cristo?

À luz de números tão elevados confesso que temo pelo futuro de nossas famílias.  Sem sombra de dúvidas a igreja evangélica brasileira precisa rever seus conceitos, regressar as Escrituras, proclamar a  mensagem do arrependimento , bem como a necessidade de conversão entre aqueles que se dizem evangélicos.

Que Deus tenha misericórdia do seu povo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.