25 de mar de 2014

Pastor, tenho medo de ter blasfemado contra o Espírito Santo, se o fiz porventura, estou condenado?


Antes de responder essa pergunta torna-se necessário que entendamos  à luz das Escrituras o que é "blasfemar contra o Espírito Santo".

Primeiramente precisamos entender que blasfêmia é um pecado que só pode ser feito com palavras, isto é, blasfemar contra o Espírito Santo não é cometer um pecado como por exemplo assassinato, adultério ou coisas do tipo.

A Blasfêmia relaciona-se a aquilo que falamos, portanto, o que blasfema contra o Espírito Santo, o faz através de expressões verbais. Ora, os fariseus e saduceus eram os que constantemente se mostravam hostis contrapondo-se ao ensinamento de Jesus. Constantemente eles planejaram matar Jesus e estavam sempre o atacando e o acusando de pecados distintos. Certa feita, eles disseram que o Senhor expulsava Satanás pelo poder de Satanás. Ao ouvir isso, nosso Redentor os repreendeu dizendo: “Parem, vocês foram longe demais! A acusação de vocês extrapolou os limites" (paráfrase minha). Diante tamanha sandice Cristo afirmou que qualquer pecado contra o Filho do Homem pode ser perdoado, mas se você blasfemar contra o Espírito Santo (atribuindo a ação do Espírito de Deus  a Satanás, ou igualando-as), você está perdido.

Isto posto e esclarecido, deixe-me responder a pergunta:

Não. Você não corre o risco de ser condenado, mesmo porque, se você tem a preocupação de ter ofendido o Espirito Santo, isso significa, que você não cometeu tal pecado.  Na minha perspectiva  aquele que possui sinais de arrependimento de seus pecados em seu coração, crendo em Jesus Cristo como seu único e suficiente Salvador,  não pode ter cometido o pecado imperdoável, até porque,  arrependimento, contrissão e confissão são sinais claros de que a pessoa não cometeu esse pecado.

É o que penso, é o que digo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.