14 de mai de 2014

A origem e efeitos da "teologia" da prosperidade

"Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares."

A teologia da prosperidade não pode ter sido originada pelos homens. Este verdadeiro câncer e, talvez, a pan-heresia de nossos tempos, é pautado pela voz do Inimigo. Vejamos : o seus líderes não estão interessados em pregar o Evangelho. Apenas dizem coisas como:   "-Venha , e todos os teus problemas serão resolvidos",ou "-Venha para nossa igreja,e você será próspero em todos os sentidos". Não estão interessados na salvação das almas, e sim em lotar suas igrejas com ignorantes não-regenerados, prontos a obedecer-lhes em tudo. Assim, muitos que nunca passaram pelo novo nascimento consideram-se cristãos porque frequentam os cultos, fazem as campanhas, obedecem certos padrões humanos e dão o fruto de seus trabalhos aos seus "pastores". Muitas dessas pessoas nunca conhecerem à Cristo, nunca conheceram o Evangelho da Bíblia, que exige do homem,pobre e depravado pecador, uma rendição total e incondicional diante do Deus justo e santo, entronizado nas alturas. Não conhecem ao Evangelho da justificação pela fé, pois pensam que serão salvas por obedecer aos seus líderes. Não conhecem o dom do Espírito Santo.Não sabem que devem buscar a vontade de Deus,e não a própria. Não amam a glória de Deus e sua vontade soberana, mas querem, quais filhos mimados, que o Pai celestial lhes conceda todos os desejos. Estão espiritualmente mortos, pobres, desgraçados, cegos e nus.
Existe algo que é muito irritante. Muitos crentes sinceros gostam de ficar condenando,por exemplo, os católicos romanos, mas calam-se diante do erro da "teologia da prosperidade" pois, dizem eles, não devemos julgar nossos irmãos. Não estou aqui para defender os erros da ICAR, mas apenas creio que não devemos usar dois pesos e duas medidas. Os católicos praticam a idolatria ? Os seguidores da teologia da prosperidade(daqui em diante TP) praticam a egolatria(adoração à si próprio), ao se acharem senhores de tudo o que existe, ao pensarem que devem apenas mandar e "crer", que serão feitas todas as suas vontades. Os católicos pregam a salvação pelas obras? Os seguidores da TP também o fazem, ao pregar que a salvação é pela obediência incondicional a todo tipo de patifaria e heresia que seus líderes criam( como o bruxo Edir Macedo, que blasfemou da doutrina bíblica da salvação pela fé). Os católicos erram em crer num líder humano? Os seguidores da TP também( e olha que o papa parece infinitamente mais sincero e cristão do que os líderes da TP). Os católicos são supersticiosos em relação a objetos(como medalinhas, relíquias, imagens e crucifixos)? .Os da TP fazem isso de forma mais tosca ainda, ao acharem que certos objetos(cá entre nós, super-bregas) tem algum tipo de poder.Os católicos vendiam bençãos no passado? Os discípulos da TP até hoje o fazem.
Devemos estar prontos para a proliferação dessas pseudo-igrejas, que não pregam o evangelho da cruz, mas sim um evangelho carnal, terreno e diabólico. Devemos ter amor por essas pobres almas que se perdem no caminho da heresia. Devemos estar prontos para dar a razão de nossa fé, para ensinar com carinho(porém com autoridade) aos seguidores da TP, provarmos na Bíblia que os caminhos que seguem não são os caminhos corretos de Deus. Devemos orar por essas pessoas.E, como o amor de Cristo está derramado em nossos corações, devemos pedir até mesmo pelos lobos que fomentam essas doutrinas, pois são também pobres almas que necessitam do amor de Jesus.
Por fim, eu reconheço que existem muitos crentes salvos e sinceros( as vezes até mesmo melhores que nós) nas igrejas que seguem a TP. Mas isso é uma razão a mais para combatermos contra essas falsas doutrinas que têm se propagado em nosso meio


Por Giovani Vicente Aguiar
FONTE:  (http://verbumdomini-giovani.blogspot.com.br/)
Via: Exemplo Bereano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.