4 de ago de 2014

A Máquina do Tempo, Martinho Lutero e o Templo de Salomão da IURD

Por Renato Vargens
Não é que o reformador  Martinho Lutero voltou a usar a Máquina do Tempo?

Pois é, a convite do "papa", digo, "bispo" Edir Macedo, o alemão viajou no tempo para a inauguração do Templo de Salomão.
Ao chegar a São Paulo, Edir Macedo recebeu Lutero dizendo: - "Bem vindo Lutero, que bom que veio a inauguração do lugar onde Deus habita na terra."
Lutero estupefacto com a afirmação do bispo da IURD respondeu:  "Como assim? As Escrituras afirmam que Deus não habita em templos feito por mãos humanas e você vem me dizer isso?"

Macedo sem paciência replica o alemão dizendo: "Lutero preste atenção e veja o tamanho desta obra prima. As pedras vieram de Israel, a arquitetura é magnânima e a construção foi com a venda das indulgências, digo, contribuições dos fieis.

Lutero responde: "Como? Quer dizer que você vendeu indulgências para construir isso? Não acredito que tenha feito essa afronta ao Deus vivo/

Macedo já irritado interrompe o alemão dizendo: " Deixe de ser chato Lutero, bem que o meu amigo Tetzel me falou que você era um mala sem alça.

"O que é isso?" perguntou Lutero"

"Uma pessoa inconviniente", respondeu Macedo.

Inconviniente? Ora, você está vendendo indulgências  e eu sou inconveniente? Faça-me um favor disse Lutero.

Macedo indignado respondeu:  "Olha Lutero, você está tocando no ungido do Senhor, aliás, o bom seria se sua mãe tivesse abortado, assim, seríamos poupados de ter que ouvir suas bobagens."

"E digo mais" continuou o bispo: "Se quiser ser abençoado, tem que dar mesmo, alías, como já falei anteriormente, ou dá ou desce."

Lutero, entristecido com o que ouviu, resolveu caminhar em direção a porta do templo, quando por Macedo foi indagado: "Aonde você pensa que vai?" "Vou fixar umas teses na porta deste "templo" mesmo porque, o que vejo aqui me faz lembrar em muito minha experiência em Wintenberg."

Macedo indignado, respondeu: "Sabe de nada inocente!"  "Preste atenção se fizer isso isso, lhe amaldiçoarei com pragas descomunais."

Sem se intimidar Lutero pegou o martelo fixando suas teses na portão principal, quando um grupo de evangélicos se dirigiu a ele dizendo:

Absurdo, em vez de ganhar almas pra Jesus, esse alemão perde tempo falando mal dos outros, por acaso você não sabe que não podemos julgar ninguém? Pare com isso imediatamente e seja feliz, até porque, o que importa é que Jesus está sendo pregado.

Fonte: Renato Vargens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.