19 de mai de 2015

Qual o seu preço para que venha a negar o Evangelho?

caurrupcao“Todo o mundo tem um preço”, já dizia o velho ditado. Mas já parou para pensar qual o preço pelo qual você negaria o Evangelho, negaria a Cristo?
“Ah, por preço nenhum!” – você deve ter se respondido. Mas será mesmo?
Judas Iscariotes, que conviveu com Jesus e Dele aprendeu o Evangelho se vendeu por trinta moedas de prata.
Silas Malafaia modificou sua teologia, adotando a demoníaca teologia da prosperidade após flertar com a IURD por um espaço na tv (com a bela desculpa de evangelizar) e após conhecer a realidade dos (im)pastores da prosperidade nos Estados Unidos, adotando alguns desses (Morris Cerullo, Mike Murdock entre outros) como (maus) exemplos a seguir.
Muitas igrejas transtornaram seus ensinos em troca das promessas de rápido crescimento numérico de membros através da adoção da visão celular (G12, Mir12, MDA e afins), do sincretismo evangélico-espírita que é a doutrina de libertação, cura interior e maldições hereditárias e da obediência cega a seus líderes.
Edir Macedo trocou o ensino do Evangelho primeiramente em troca do dinheiro propriamente dito (facilmente conquistável pela satânica teologia da prosperidade), e posteriormente por vingança contra a Rede Globo, que o desmascarou em rede nacional e com quem até hoje vive às rusgas, tentando inutilmente um dia ser superior (em poder e em finanças) à emissora rival.
Rene Terra Nova substituiu o ensino do Evangelho (que preconiza que venhamos a diminuir) pela diabólica teologia da prosperidade e sua prima, a visão celular, que ditam que devemos crescer cada vez mais. O Terra Nova cresceu tanto em seu narcisismo espiritual que hoje é “patriarca” (título inventado especialmente para ele pelo falso profeta Morris Cerullo). Além disso, Terra Nova nomeou sua mãe como “apóstola matriarca do útero profético apostólico”, colocando Maria, a mais “bem-aventurada entre as mulheres”, no chinelo.
frase-todo-homem-tem-seu-preco-diz-a-frase-nao-e-verdade-mas-para-cada-homem-existe-uma-isca-que-friedrich-nietzsche-125194Há relatos de cristãos que estão negando sua fé em áreas ocupadas pelo Estado Islâmico e pelo Boko Haram para poupar suas vidas. E há muitos e muitos casos de pastores que passam a pregar um falso evangelho para manter o salário pago mensalmente pela denominação na qual presta serviços.
Há ainda aqueles que trocam a unção sacerdotal por cargos políticos, afinal um vereador ou deputado ganha muito mais e tem muito mais benefícios e facilidades do que um pastor de uma pequena igreja. Isso sem falar nos que vendem seus talentos, como os que se dizem ministros de louvor e/ou pregadores mas são, na verdade, artistas gospel, que só “louvam” ou “pregam” em troca de bons e preestabelecidos cachês (isso sem contar as regalias nos camarins exclusivos, é claro!).
Alguns líderes cristãos são facilmente subornáveis. Um programa na tv ou no rádio, um estande numa feira evangélica de negócios, um lugar de honra num congresso gospel, uma reportagem de destaque num veículo de imprensa pode fazer muitos abrirem mão do que lhes é mais precioso espiritualmente. Como diria o escritor de Eclesiastes, tudo é vaidade.
É com muita tristeza que vemos, todos os dias, cristãos negarem ao Evangelho em programas de televisão, onde aceitam que o poder pertence à fronha ungida, a passar pelo vale do sal, a usar o kit de beleza da rainha Ester, a dar o trízimo. Nesses lugares se rejeita o milagre de Jesus, pois se busca os falsos milagres de Miqueias e de Manassés.
Moedas-de-prata-02Muitos hoje estão negando ao Evangelho de Jesus em troca de saúde, sucesso, prosperidade financeira ou casamento. Por muito menos que trinta moedas de prata vê-se homens e mulheres se entregando a caminhos largos, muito distantes da abnegação ao Eu e do amor a Deus e ao próximo.
Não é por acaso que, num país onde tantos se dizem evangélicos/cristãos, tão pouco de Jesus é visto nas ruas e nas casas.
Mas, e então? Qual o seu preço para vir a negar ao Evangelho e à Cristo?
Ou será que o negócio já foi feito e você nem percebeu?
Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. – Mateus 7:20
Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. – Gálatas 5:22
Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens.
Nós somos loucos por amor de Cristo, e vós sábios em Cristo; nós fracos, e vós fortes; vós ilustres, e nós vis.
Até esta presente hora sofremos fome, e sede, e estamos nus, e recebemos bofetadas, e não temos pousada certa,
E nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos. Somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos;
Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos.
Não escrevo estas coisas para vos envergonhar; mas admoesto-vos como meus filhos amados.
Porque ainda que tivésseis dez mil aios em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais; porque eu pelo evangelho vos gerei em Jesus Cristo.
Admoesto-vos, portanto, a que sejais meus imitadores. – 1 Coríntios 4:9-16
E quem não toma a sua cruz, e não segue após mim, não é digno de mim. – Mateus 10:38
Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.